terça-feira, 21 de junho de 2011

Novamente o silêncio


Novamente o silêncio é mais forte, quando ouço
meu coração. Quero ouvir vozes, mas elas se  calam
na noite fria do inverno que inicia. Fico me perguntando:
O que aconteceu? Onde estão meus amigos? Quero
ouvi-los a me chamar como antigamente, e as lembranças
que  guardo em minha mente, são doces vozes que nem
precisam falar.

Um comentário:

  1. Quando um amigo se cala nunca deve ser interpretado como esquecimento, é preciso silêncio para ouvir o próprio coração.
    Doce amanhecer.

    ResponderExcluir

O dia e a noite

O dia e a noite nos remete a luz e a escuridão. Mergulhamos na escuridão da nossa alma, para trazer a tona a luz que ilumin...