Páginas

domingo, 24 de julho de 2011

Ah, esta cor...


Ah, esta cor que me embriaga e me entorpece no mesmo instante
que te desejo. Me perco na falta de sobriedade da minha mente, bebo
o mel mais doce dos deuses e me levas a loucura, me invade, ama e
me deixa na mais pura alucinação bem sabendo que não te tenho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário