Páginas

domingo, 24 de julho de 2011

Venha quando quiser


Venha quando quiser, fale quando puder, me chama
me envolve e me roube numa dessas noites românticas
de tua vida. Viva-me, vivamos nós na mais alta telepatia
da mente e caricia dos corpos, sempre prontos ao ato
de amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário