Páginas

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Chove


Os pingos da chuva começam a cair
delicadamente, da janela eu posso 
avistar e eu  já havia esquecido de 
como é bom tomar um banho de
chuva, abrir os braços e sentir a água
escorrer pelo meu corpo franzino na 
época de infância. Abraço meu corpo
e digo a mim mesmo: Eu me amo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário