Páginas

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Hoje as duvidas me rondaram


Estamos onde devíamos estar, como disse Francisco Cândido
Xavier. Sempre perguntamos o porque de nossas vidas sofridas e
o que fizemos para termos tantas ingratidões. Somos imperfeitos,
por isso duvidamos. Não somos coitadinhos, apenas queremos
um pouco de carinho e atenção. Nos sentimos sozinhos e se formos
pensar sempre assim, que algo fizemos e que estamos nesta condição
por erros do passado, como vamos reunir forças para seguirmos,
para nos reerguer a cada queda.  Não podemos aceitar a situação,
temos que reagir, devendo ou não, as vezes nos encontramos no
chão e sempre terá uma alma amiga para estender a mão. Hoje foi
um dia em que as duvidas me rondaram de minuto a minuto, apenas
acreditando em Deus, pois não vi nenhuma mão estendida para me
levantar, talvez a mão invisível de Deus tenha me tocado sem eu
perceber.

Nenhum comentário:

Postar um comentário