sábado, 6 de agosto de 2011

O palhaço


Sorrio mesmo na tristeza, porque chorar
não me adiantaria de nada. Talvez  chorar
lavasse minha dor e na condição de humano
as lágrimas quando escorrem é comum.
Sorrio mesmo na tristeza, porque colhemos
aquilo que plantamos e disso eu tenho
consciência, por tanto não adianta desanimar
querer jogar tudo para o alto, apenas deixe
a vida lhe levar.
Sorrio mesmo na tristeza, do que me adianta
mostrar um rosto triste para quem não tem
nada a ver com isto. E assim eu coloco meu
disfarce, pinto o rosto de palhaço e vou alegrar
a vida de quem só tem motivos para chorar,
revertendo a minha tristeza em alegria por
fazer alguém sorrir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O dia e a noite

O dia e a noite nos remete a luz e a escuridão. Mergulhamos na escuridão da nossa alma, para trazer a tona a luz que ilumin...