Páginas

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Observo

Observo entre as teias que me cercam uma vontade
de seguir em frente, desfazendo as amarras eu ainda tento
ser eu mesmo, mas como nunca livre de controles inúteis e de
amargas condições.
Observo entre as teias que me cercam uma vontade de vencer
de enaltecer a vida e de mostrar que sou capaz apesar de tudo,
tudo que me cerca e me impede de evoluir.
Preciso não voltar atrás, insistentemente corrigir o passado
vivendo o presente.



Nenhum comentário:

Postar um comentário