Páginas

domingo, 7 de agosto de 2011

Se tu te vais


Se tu te vais, a vida para mas o tempo voa
na esperança da volta.
Se tu te vais, o céu escurece, o sol esconde
o brilho por de trás do sorriso de um ser
abandonado.
Se tu te vais, eu choro em devaneios de
lágrimas como um rio na enxurrada da noite
sem luar.
Se tu te vais, eu imploro aos Deuses dos
Deuses da terra em que tu habitas.
Pessoa iluminada, ser que ilumina minha vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário