Páginas

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

As palavras


As palavras preencheram meu silêncio e minha solidão momentânea
no intuíto de aliviar minhas dores e meus temores.
Fez de mim um poeta seguro, um porto seguro onde posso atracar
minhas mágoas e minhas tristezas, que de certa forma me ajudam a
subir um degrau para minha evolução. Tudo é útil aos olhos do pai.

Nenhum comentário:

Postar um comentário