sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Em meu jardim mental


Lírios brancos nasceram em meu jardim mental, como
que benção de Deus num momento especial, era um
grande jardim.
As flores se confundiam com  a beleza de uma inocente
criança que estava a brincar sem sentir a minha presença.
Seu vestido branco, era rodado, laço de fita na cabeça.
Doce menina morena clara sem saber que eu a observara,
continuou a brincar, e a imagem foi desaparecendo pouco
a pouco e tudo foi voltando ao normal em meu mundo
real.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O dia e a noite

O dia e a noite nos remete a luz e a escuridão. Mergulhamos na escuridão da nossa alma, para trazer a tona a luz que ilumin...