Páginas

sábado, 24 de março de 2012

Chorei



















Chorei, derramei todas as lágrimas que pude
para esvaziar minha alma, para limpar os poros.
Chorei e em quanto chorava um filme se passava
em minha mente de tempos bons que passei.
Chorei por momentos e tristes lembranças, fui
dramática e depois quando a decepção passou,
achei que exagerei.
Chorei feito criança num quarto que parecia
escuro em quanto as lágrimas caiam.
Chorei e ao olhar no espelho vi meu rosto vermelho
uma forte tendencia do desespero  de falar comigo
mesmo.
Chorei e depois de um tempo, não havia mais o
que chorar no raciocínio sábio, dizendo a mim
mesmo que nada acontece por acaso, que chorar
faz parte da vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário