Páginas

sexta-feira, 30 de março de 2012

Um sol diferente
















Hoje abri a janela e vi um sol diferente,
mais brilhante do que já é.
Aqueceu-me neste friozinho aconchegante,
acendendo na alma a vontade de tentar
novamente ser feliz, olhar o horizonte na sua
verdadeira linha e não me importar se não
concordam comigo, se pensam diferente,
porque o mais importante sou eu em
primeiro lugar, porque se eu não gostar de
mim como poderei amar os outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário