Páginas

terça-feira, 24 de abril de 2012

Dias e noites iguais
















A manhã vem, a tarde tarda a chegar, mas também
vai no doce balanço das horas eu espero a noite me
surpreender no brilho das estrelas, nos olhos dos
apaixonados eu vejo um que de verdade.
Nas escritas do poeta a noite é uma criança, que passa
brincando e nos corpos dos amantes, fogo que incendeia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário