sexta-feira, 1 de junho de 2012

De olhos fechados


















Hoje me vejo de olhos fechados, enxergando apenas a alma,
contemplando o espirito. Meditando na palavra e tentando
aplicá-la em meus dias. Ah, tarefa difícil já que somos
imperfeitos.  Uma constante luta se faz interiormente.
A briga da razão e o coração, travamos a luta pacífica de 
maneira a sermos ouvidos, e muitas vezes nos vemos rendidos.
Momentaneamente vitoriosos, mas há quem diga que consegue,
então conseguimos também, e porque não.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O dia e a noite

O dia e a noite nos remete a luz e a escuridão. Mergulhamos na escuridão da nossa alma, para trazer a tona a luz que ilumin...