Páginas

sábado, 23 de junho de 2012

Sem olhar a quem






















 Queria ter uma varinha mágica, onde ao sacudí-la,
meus desejos e de meus amigos fossem concedidos.
Sairia por ai feito menina travessa, mas na intenção
do bem a  quem precisasse, sem olhar a quem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário