Páginas

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Amor...Amar

 










Amar na concepção de todos deveria ser:
Doar-se de corpo e alma, mais de alma do 

que corpo, porque não é um negócio, é 
uma troca de amor, de desejos.
Deveria ser mágico, sem concretizações 
materiais de interesse de ambas as partes.
Amor aca
ba, e quando acaba é como cristal
que cai e quebra, não tem concerto não.
Nem os anjos do céu conseguem fazer milagres.
Quando o amor acaba é porque outro amor já
habitou o coração daquela pessoa que a muito
se desencantou. Infelizmente como os jovens
dizem: a fila anda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário