Páginas

terça-feira, 18 de setembro de 2012

O Poeta presencia tudo












Não é somente de letras que o poeta vive e sim das
aspirações do dia a dia.
Das inspirações que vem soprar em suas mentes, que
o mundo pode ser melhor.
Da folha que caí, na beleza da flor, da água do mar,
das ondas que vai e vem.
Das perdas e ganhos, do amor incondicional, do velho
e do jovem, da vida em geral.
O poeta presencia tudo, o material e o espiritual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário