Páginas

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Sem nada

 












Sem lágrimas, pois elas secaram a muito.
Sem dores, pois elas adormeceram .
sem lamentações, assim sou eu sem você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário