Páginas

domingo, 2 de dezembro de 2012

Minha vontade grita























Minha vontade grita interiormente, adormece de tanto gritar
e ninguém ouvir.
Dorme um sono onde os sonhos se manifestam na tentativa
de mostrar o caminho a ser tomado.
O silêncio faz barulho em minha mente, corrói e dói só em
pensar que o passado não irá mais voltar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário