Páginas

quarta-feira, 8 de maio de 2013

Mudei o rumo













Mudei o rumo, um caminho que não seja o teu
usando a razão mais do que o coração eu sigo.
Sigo como um barco sem caís para atracar, fujo
como uma presa do pássaro a querer devorá-la.

Nenhum comentário:

Postar um comentário