Páginas

domingo, 26 de janeiro de 2014

Ah, coração...



















Ah, coração que me desperta em pleno amanhecer.
Ah, coração que me enlouquece de tanto desejo.
Ah, coração que insiste e persiste no que não dá.
Ah, coração alado que voa no céu do meu ser.
Ah, coração que exala perfume de amor e me incita.

Ah, coração que ao anoitecer morre de paixão por você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário