Páginas

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

O vento sopra














O vento sopra com rigor os cabelos
da moça, tal qual cortinas na janela.
As horas passam, o tempo voa e
no embalo do vento já são seis
horas da tarde, logo vai escurecer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário