Páginas

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Rosa

















Rosa, a mais linda flor que eu conheci.
Viveu ao meu lado perfumando o meu 
dia e da família.
Rosa era seu nome, minha irmã mais
velha. Desabrochou, encontrou o seu
amor e foi embora. Experimentou a
felicidade de também ter uma família,
gerou três filhos, que se tornaram o
seu tesouro. Como na vida nem tudo
são flores, encontrou espinhos, viveu
suas mazelas e dores. Rosa adoeceu,
murchou e voltou para o seu verdadeiro
lar ao lado de Deus. Deixou saudades,
porém tenham a certeza de que todos
que a amavam um dia a encontrarão
de novo em uma nova condição.
Rosa delicada e amorosa, e nem por
isso deixou de ser decidida e braço forte,
porque a vida a ensinou assim.
Faz tempo que você partiu, mas continua
em nossos corações e nas boas lembranças.
Até um dia, minha irmã Rosa Maria.



Nenhum comentário:

Postar um comentário